quinta-feira, 5 de maio de 2011

"Dália", de Fabrício Franco Manreza e Arthur Fernando de Pádua

VITOR DRUMOND

Em Dália, um homem, como tantos outros, vive em uma rotina diária. Mas um acontecimento muda tudo.

Dália é um curta de animação de Fabrício Manreza e Arthur Fernando de Pádua

"Rattus, Rattus", dirigido por Zé Brandão

VITOR DRUMOND
O Rio de Janeiro no início do século passado, era, literalmente, um zoologico de pestes. Um dos grandes aborrecimentos era a peste bubônica, transmitida por pulgas de ratos. Para acabar com o problema, o médico sanitarista Oswaldo Cruz iniciou uma guerra contra os roedores. E usou uma medida polêmica: oferecia dinheiro para cada animal morto. Matar ratos virou um negócio e várias pessoas passaram a criar os bichanos para revendê-los depois.

E nesse cenário que Zé Brandão, da Copa Studio, conta a história de um menino que quer comprar uma bola e precisa de dinheiro. Já dá para imaginar qual é a forma de financiamento encontrada por ele, certo? O resultado é o curta de animação Rattus Rattus, lançado em 2009. Tá aí embaixo:


O animador Diogo Viegas, que trabalho no projeto, colocou na web alguma cenas em pencil test de Rattus Rattus.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Carlos Saldanha e "Rio" provocam mudança de planos na Pixar

VITOR DRUMOND

"Rio" é uma animação hollywoodiana e Carlos Saldanha tem uma formação americana quando se pensa em cinema. Então, não se trata, na teoria, de uma animação nacional. Mas Saldanha é brasileiro e faz parte de uma realidade da animação nacional, onde tantos saem do país em busca de melhores condições para o exercício de seu ofício.

Enfim, é sempre gratificante ver a bem-sucedida trajetória de Saldanha na animação internacional.

E se os números da trilogia "A Era do Gelo" e de "Rio" ainda não foram suficientes para comprovar o poder diretor nos EUA, um dado tira qualquer dúvida do ar: a toda-poderosa Pixar mudou um de seus planos por causa de "Rio".

Quem acompanha as notícias vindas da Pixar, sabia que um de seus projetos era a animação "Newt". O estúdio pretendia lançá-lo no ano que vem, mas, apesar de já terem sido produzidos alguns materiais, foi cancelado.

Ninguém sabia o motivo....until now!!!


"Nós começamos a desenvolver projetos, alguns vão para frente, outros não. A história (de "Newt) era muito similar à de um filme que está nos cinemas agora com uma arara azul. Grande mentes pensam igual, eu acho. Era muito similar", disse Lasseter ao site.
Estamos falando de uma companhia que lançou "Vida de Inseto" um mês depois de "Formiguinhaz", da Dreamworks, chegar aos cinemas. Ou a Pixar anda mais cautelosa, ou percebem o potencial de Saldanha. Ou as duas coisas, certo?

Aí vai a sinopse de "Newt":
"O que acontece quando as duas últimas salamandras de pé azul do planeta são forçadas pela ciência para salvarem a espécie, mas não se suportam? Este é o problema de Newt e Brooke. Eles embarcam em uma imprevisível aventura e descobrem que encontrar um parceiro nem sempre acontece como planejado, até mesmo quando esta é a sua única opção. Amor, afinal, não é uma ciência"
Acham parecida com a de "Rio"?
"Blu é um arara azul macho domesticado que acredita ser o único de sua espécie. Até que descobre a existência de uma arara azul fêmea  no Rio de Janeiro. Blu e seu dono vão para o Rio para encontrá-la. E, quando se encontram, não se suportam"

Número de inscritos do Anima Mundi 2011 bate recorde

VITOR DRUMOND

O pessoal por trás da seleção dos projetos do Anima Mundi foi curto e grosso em sua última declaração.

Não, não foram divulgados os selecionados deste ano. Apenas revelados alguns números interessantes: já são quase 1500 DVDs em processo de análise.

E deste número, um recorde: 17 longas-metragens inscritos.

Para um país que conseguiu produzir e lançar apenas 15 longas de animação durante 24 anos (de 1987 a 2011) é um numero animador.

Aqui está o post oficial do Anima Mundi 2011

ERRATA: A afobação deste blogueiro que lhes escreve produziu um pequeno lapso. Os longas inscritos não são necessariamente nacionais. A frase que risquei acima dá a entender que são apenas projetos brasileiros. Viagem minha, ok? Mas fica aí o post, para mostrar a importância que o Anima Mundi vem adquirindo ao longo dos anos.

terça-feira, 3 de maio de 2011

"Quindins", dirigido por David Mussel e Giuliana Danza

VITOR DRUMOND

Quindins from David Mussel on Vimeo.

Quindins conta a história de Quiléia, uma dedicada esposa viciada no doce de gema de ovo que intitula o curta. Seu marido está com uma doença terminal e ela decide parar de comer quindim como um sacrifício para Santo Antônio de Pádua. Mas uma revelação muda tudo.

Quindins foi dirigido por David Mussel e Giuliana Danza, formados em cinema de animação pela UFMG.

Um pouco de história: "Piconzé", de 1971

VITOR DRUMOND
Ao fazer a pesquisa para o post anterior, me deparei com o projeto Ypê Nakashima e não poderia deixar passar batido. Nakashima é um dos pioneiros da animação no país, diretor de "Pinconzé", o terceiro longa-metragem do gênero na história audiovisual brasileira, lançado no início da década de 70.

Nakashima, como o nome entrega, não é brasileiro. Nascido no Japão, formado em Belas Artes, se tornou em um conhecido chargista no seu país natal. Resolveu vir para o Brasil em 1956, com a mulher e o filho.

Foi feito um documentário sobre ele. O projeto, porém, encontrou problemas para falar sobre a produção de "Piconzé" por um simples motivo. Os negativos do filme desapareceram, assim como boa parte do material que Nakashima produziu para a animação está deteriorado.

Sim. Eu sei que este blog já falou sobre o assunto (aqui e aqui). Mas, na época, no foi dada a seguinte informação: é possível assistír Piconzé no site do Projeto Ypê Nakashima. É só clicar aqui. A página também traz informações sobre a equip e disponibiliza cartaz do filme e algumas imagens de storyboards, cenários, modelo de personagem e outros. 

Animação brasileira e projetos: qual é o cenário?

VITOR DRUMOND
Arnaldo Galvão, diretor da primeira gestão e figura importante da ABCA (Associação Brasileira de Cinema de Animação) fez uma inédita e importante pesquisa para área: levantou toda a produção audiovisual de animação no país entre longas e séries de TV. Entraram na lista projetos já exibidos e que já receberam recursos.

As listas abaixo, portanto, foram frutos da pesquisa de Galvão. 

Coloquei links em todos os projetos e produtoras que achei na rede. Se souberem de algum que faltou, ou perceberem algum que não está correto, por favor, me avisem. 

Segundo a pesquisa de Galvão, no cinema de animação nacional, foram 23 longas produzidos. São eles:

Sinfonia Amazônica (1951), de Amélio Lattini
Presente de Natal (1971), de Álvaro Henrique Gonçalves
Piconzé (1972), de Ypê Nakashima
As Aventuras da Turma de Mônica (1982), de Maurício de Sousa
A Turma da Mônica em: A Princesa e o Robô (1983), de Maurício de Sousa
Boi Aruá (1983), de Chico Liberato
As Novas Aventuras da Turma da Mônica (1986), de Maurício de Sousa
A Turma da Mônica e a Sereia do Rio (1987), de Maurício de Sousa
A Turma da Mônica em: O Bicho Papão (1987), de Maurício de Sousa
A Turma da Mônica e a Estrelinha Mágica (1988), de Maurício de Sousa
Rocky & Hudson, os Caubóis Gays (1994), de Otto Guerra
Cassiopeia (1996), de Clóvis Vieira
O Grilo Feliz (2001), de Walbercy Ribas Camargo
Cine Gibi da Turma da Mônica (2003), de Maurício de Sousa
Xuxinha e Guto contra os Monstros do Espaço (2005), de Diller Trindade
A Turma da Mônica em uma Aventura no Tempo (2006), de Maurício de Sousa
O Garoto Cósmico (2006), de Alê Abreu
Brichos (2006), de Paulo Munhoz
Wood & Stock, Sexo, Orégano e Rock´n´Roll (2006), de Otto Guerra
O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes (2008), de Walbercy Ribas Camargos
Belowars (2008), de Paulo Munhoz
As Aventuras de Gui & Estopa (2009), de Mariana Caltabiano
Brasil Animado 3D (2011), de Mariana Caltabiano.

Repare no ano de 2006, quando quatro animações foram lançadas.

Preste atenção, também, na próxima lista. São todos os filmes em produção, que já receberam algum recurso. Perceba o crescimento da área, afinal, são quinze projetos na lista. E nenhum relacionado à Turma da Mônica.

Lutas, direção de Luis Bolognesi | Buriti Filmes
Bugigangue no Espaço, direção de Alexandre Machado de Sá | 44 Toons
Minhocas, direção de Paolo Conti e Arthur Nunes | Glaz e Anima King
Historietas Assombradas, direção de Victor Hugo Borges | Glaz
Uma Noite na Biblioteca, direção de Diego M. Doimo | Rocambole Produções
Peixonauta: Um Pequeno Problema, direção de Célia Catunda e Kiko Mistrorigo | TV Pinguim
Tarsilinha,  direção de Célia Catunda e Kiko Mistrorigo | TV Pinguim
Cuca no Jardim, dirigido por Alê Abreu | Filme de Papel
A Floresta é Nossa, direção de Paulo Munhoz | Tecnokena
Fuga em Ré Menor, direção de Otto Guerra | Otto Desenhos Animados
As Aventuras do Avião Vermelho, direção de Frederico Pinto e José Maia| Armazém das Imagens
Ritos de Passagem, direção de Chico Liberato | Liberato Produções Culturais
Nautilus, dirigido por Rodrigo Gava | Lab Cine Digital e Paris Filmes
A Turma do Pererê, dirigido por Marcos Magalhães | Filmes do Rio de Janeiro

Já no caso das séries animadas, são 36 projetos, ou que já estão em exibição, ou em diferente etapas de realização ou que já receberam recursos de produção. Aí vai a lista

Godofredo | UM Filmes 
Osmar, A Primeira Fatia do Pão de Forma | 44 Toons
Zica e os Camaleões | Cinema Animadores
Historietas Assombradas | Glaz e Neoplastique
O Baú do Lu | Neoplastique  e Glaz
Boa Noite, Martha | Otto Desenhos Animados 
Brichos | Tecnokena 
Meu Amigãozão | 2D Lab 
Haina  | UM Filmes
Bobolândia, Monstrolândia | 44 Toons
Tordesilhas | 44 Toons
Capitão Constantino e a Ilha do Pudim Salgado | Split
O Jardim de Tika | Animatório
Caça ao Tesouro: As Aventuras de Billy Caolho! | Tortuga Studios
Dubal | Glaz
Luan, O Cometinha | Animar Estúdio
Vivi Viravento | Mixer
Sítio do Picapau Amarelo |  Mixer
Escola para Cachorro | Mixer
Turma da Mônica |  Mauricio de Sousa
Turma da Mônica Jovem | Mauricio de Sousa
Turma do Penadinho | Mauricio de Sousa
Luna Chamando |  TV Pinguim
Peixonauta | TV Pinguim
Tarsilinha | TV Pinguim
Saga Animal | Singular
Radio 4 Tunes | Lightstar Studios
Juju e o Senhor Casca de Noz | Aiupa Brasil Produções
Qui Qui Biscuit | Vetor Zero
Pixcodelics | Marco Alemar e Caio Mário Paes de Andrade
X-Coração | Martinelli
Anabel | Martinelli
As Aventuras de Gui & Estopa  | Mariana Caltabiano
Princesas do Mar | Flamma 

Não sei o motivo, mas no site Revista de Cinema, onde peguei a lista de Galvão, não estão as duas séries do AnimaTV. Enfim, estão aí:

Tromba Trem | Copa Studio
Carrapatos e Catapultas | Zoom Elefante

Coprights @ 2016, Blogger Templates Designed By Templateism | Distributed By Gooyaabi Templates