segunda-feira, 21 de junho de 2010

Stúdio Otto adapta seu próximo Longa para os Cinemas 3D

Rafael Guimarães




O UOL Cinema publicou hoje uma matéria sobre o longa de animação "Fuga em Ré Menor" da OTTO Filmes.

Apesar da animação ser feita em desenho tradicional (2D), os programas de animação 2d trabalham em ambientes tridimensionais, o que possibilita a criação de ilusão de profundidade na composição final.

Veja alguns trechos da matéria.

"Otto pretende lançar o filme tanto no formato 3D – que requer óculos especiais – quanto no formato convencional. Ele explica que, ao contrário de um longa com atores, na animação é possível manipular o formato mesmo quando o filme já está pronto."

"O diretor acha que o 3D é um formato que chegou para ficar. Daqui a alguns anos, a seu ver, será bem mais popular e mais barato para fazer, o que deve tender, a longo prazo, a baixar o valor do ingresso para o preço de uma exibição convencional."

Leia a matéria completa.



PS1 - Uma crítica: Otto Gerra cita na matéria que o filme ainda não tem título definitivo. Isso no Brasil é muito comum, não só na animação mas no cinema de atores também. Já vi muitos profissionais condenado essa prática, por dificultar a divulgação do filme e por consequência, prejudicar as bilheterias. Nos filmes americanos a divulgação de um filme começa bem cedo, nas primeiras etapas de produção e, geralmente, já com o título definido.

PS2 - Vale observar a diferença entre uma animação 3D e a projeção 3D. A projeção 3D não é novidade no cinema e já existe de forma experimental desde a década de 1930. Teve seu auge entre os anos de 1950 e 1960 mas esbarrou em custos muito elevados tanto na produção quanto na projeção, e decaiu novamente. À partir dos anos 2000 com as novas tecnologias, a projeção 3D reapareceu com força e me parece que veio para ficar, não só no cinema, como em dispositivos móveis, games e TV.

Rafael Guimarães / Author & Editor

...

2 comentários:

  1. Obrigado por aceitar a minha sugestão de fazer síntese e comentário no post além do video, que fiz no comentário de outro post (se foi uma simples coincidência e você não leu meu comentário, esqueça isso). Este post foi ótimo, e a animação tão boa quanto!
    Ficou muito legal este efeito 3D (o curta O Curupira do projeto Juro que Vi usa uma técnica parecida), espero que esse longa seja lançado logo!
    E os filmes estadunidenses gostam de fazer muita propaganda para cativar o público logo cedo, para quando o filme estreiar os cinemas fiquem lotados rapidinho. Mas alguns filmes brasileiros também já fizeram isto. Um bom exemplo é o longa de animação Turma da Mônica em Uma Aventura no Tempo, em que o trailer foi produzido antes de começar a fazer os desenhos do filme propriamente dito.

    ResponderExcluir
  2. Não foi coincidência D@nil.B. Na verdade, a única coincidência foi eu ter tempo para escrever. Mas obrigado pelas constantes colaborações. Um abraço!

    ResponderExcluir

Coprights @ 2016, Blogger Templates Designed By Templateism | Distributed By Gooyaabi Templates